Tuesday, June 27, 2017

User Login

Site Search


Warning: include(/home/anti/public_html/wp-content/themes/platoon/searchform.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/anti/public_html/wp-content/themes/platoon/tabber.php on line 53

Warning: include() [function.include]: Failed opening '/home/anti/public_html/wp-content/themes/platoon/searchform.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/anti/public_html/wp-content/themes/platoon/tabber.php on line 53

O Portão

Posted by Sidnei On novembro - 8 - 2011

O que Significou o Portão das Armas

A 04 de fevereiro de 1991, adentraram pelo Portão das Armas do Regimento Deodoro – composto pelo 2º GAC. AP. e 11ª Bia. AAAé. – quase 500 jovens, alguns poucos voluntários enquanto a maioria esmagadora não, mas independentemente disso, nenhum deles poderiam imaginar o quanto suas vidas mudariam a partir daquele momento, ao passar por aquele “portão”.

Portao das Armas

Assim teve início a nossa “Vida Militar”. Mal sabíamos, quanto esforço e dedicação seriam necessários, para que concluíssemos a formação básica de um militar. A princípio, nossas instruções foram teóricas: Tenentes, Sargentos e Cabos nos mostravam, através de muita pressão e cobrança como deveríamos proceder nas diversas atividades do Curso. Algumas delas, como a ordem unida, a educação física e o tiro de fuzil, exigiriam de nós muito esforço tanto físico quanto psicológico. Durante os exercícios no campo, pudemos sentir que, para realizarmos cada missão, era fundamental a aplicação de tudo o que nos havia sido ensinado nas instruções teóricas.

Durante cada treinamento, cada instrução, cada exercício, cada Canção ou Hino cantado, cada “Plantão de Alojamento” (PA), cada “Plantão de Viatura” (PV), cada “Guarda”, cada “quarto de hora”, cada etapa da operação boina preta, cada ralação, cada sacanagem dos sargentos, cada “Treinamento Físico Militar” fomos levados a descobrir que somos capazes de superar nossos próprios limites e que, muitas vezes, além de coragem e perseverança existe algo que nossa turma soube somar a estas virtudes, que é a lealdade.

Foi difícil e árduo, mas foi recompensador, todos os dias na caserna em que passamos juntos, enfrentando as mesmas situações e tarefas, ajudando-nos uns aos outros e sempre unidos na busca de um ideal que seria alcançados por todos.

Aqui, além de aprendermos a ser bons soldados, freqüentamos uma escola para a vida, onde ganhamos moral, tenacidade, responsabilidade, entre outros atributos de grande importância para vencer todos os desafios e para sermos bons cidadãos.

Por : SD – 706 – Airton

Add A Comment

You must be logged in to post a comment.